Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Ômicron faz Google adiar retorno ao escritório e frustra planos de outras empresas

Folha de S.Paulo



Executivos de empresas estão começando a avaliar modelos diferentes de trabalho permanente para seus funcionários, enquanto a pandemia de coronavírus e a disseminação da variante ômicron desestabilizam seus últimos planos de retorno aos escritórios.


Com a ômicron tão nova, as empresas se debatem para compreender como a variante poderá afetar suas operações e seus lucros. A maioria adotou uma posição de esperar para ver, enquanto avalia a velocidade com que a variante pode se espalhar e seus potenciais danos, embora a Google, da Alphabet, esteja adiando indefinidamente seu plano de volta aos escritórios em todo o mundo.


Jim Montesano, diretor de pessoal da Lixil, fabricante de banheiros de luxo, disse à conferência Reuters Next nesta semana que a companhia se desviou da rígida estrutura de trabalho japonesa, descartando o horário de trabalho fixo e as reuniões matinais e repensando como deve ser o escritório.


"Não é mais o lugar para trabalhar... qualquer lugar onde você possa trabalhar é onde você trabalha", disse Montesano durante uma discussão em grupo sobre o futuro do trabalho. "O que queremos é reinventar o escritório."

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube