Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Abrasce: Shoppings faturam R$ 159,2 bi em 2021, alta de 23,6%



Valor Econômico

A melhora no setor de consumo depois da flexibilização das medidas de quarentena tem favorecido a retomada dos shoppings centers, embora em níveis aquém do que costumava ser antes da pandemia. O setor registrou um faturamento de R$ 159,2 bilhões em 2021, uma alta de 23,6% em relação a 2020, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (9) pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Mesmo com o avanço, o setor ainda está 17% abaixo dos R$ 192 bilhões de faturamento registrado em 2019.


O segmento foi um dos grandes prejudicados no início da pandemia, diante de medidas que impediram até a abertura de lojas em vários Estados. Com o tempo, as restrições públicas foram perdendo força – embora as medidas de distanciamento social ainda representem obstáculo às vendas.


“O resultado positivo do ano passado é um grande indicativo de como o setor se fortaleceu, após as restrições de funcionamento, e está caminhando para a recuperação total das perdas do período pandêmico. Os consumidores foram seguros às compras em 2021 e, aos poucos, vão retomando o hábito de frequentar shopping centers, com cada vez mais pessoas vacinadas e protocolos de higiene mais atrelados à rotina, o que garante maior tranquilidade e confiança a todos”, afirma Glauco Humai, presidente da Abrasce.


Crescimento por região


Na variação regional, o crescimento do faturamento em 2021, sobre o período anterior, foi maior na Região Norte (+29,4%), seguida pelas regiões Nordeste (+25,8%), Sudeste (+ 24,9%), Centro-Oeste (+21,4%) e Sul (+15,1%).

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif