Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Apple adia retorno do trabalho presencial e fecha lojas com aumento de casos de covid-19

Valor Econômico



A Apple adiou mais uma vez os planos de voltar com o trabalho presencial em meio às preocupações com a variante ômicron do coronavírus. A companhia fechou três lojas nos Estados Unidos e Canadá após o aumento de casos de covid-19 nessas unidades.


A gigante de tecnologia disse em comunicado que monitora regularmente as condições e ajusta as medidas de saúde para apoiar o bem-estar dos clientes e dos funcionários.


A Apple diz que ainda definirá uma nova data para a volta de seus funcionários ao escritório. Há um mês, o presidente da companhia, Tim Cook, disse aos trabalhadores que eles voltariam em um modelo híbrido em fevereiro.


O fechamento de lojas da Apple passou a ser observado de perto no varejo, já que a empresa respondeu rapidamente a surtos e riscos à saúde durante a pandemia.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube