Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Atlas Schindler planeja torre de 150 m para testes

Valor Econômico



A fabricante de elevadores Atlas Schindler começa a construir no segundo semestre deste ano sua nova torre de testes, em Londrina (PR), com 150 metros de altura, equivalente a um prédio de 50 andares. A fábrica da companhia, que serve também aos demais países da América Latina, já fica na cidade.


Ao lado da torre também vai funcionar um centro de pesquisa e desenvolvimento da empresa. Segundo Patrick Gastaldin, diretor da área para a América do Sul, cerca de 250 pessoas vão trabalhar no local, depois que a obra terminar.


Essa mão de obra, boa parte formada por engenheiros, fica hoje em São Paulo, onde a empresa mantém sua sede e já possui uma torre de testes. A estrutura de pesquisa na capital paulista, no bairro de Interlagos (zona sul da cidade), é uma das seis que a Atlas Schindler possui no mundo, mas foi construída nos anos 1970. A torre atual tem 77 metros de altura e comporta testes de até quatro elevadores ao mesmo tempo, enquanto a nova estrutura, em Londrina, terá espaço para 17 elevadores operarem de forma simultânea.


A inauguração da torre paranaense deve ocorrer em meados de 2024, de acordo com Gastaldin, e o investimento inicial do projeto é de pouco mais de R$ 100 milhões. A estrutura em Londrina será a maior desse tipo nas Américas, e a segunda maior do grupo Schindler no mundo - perderá apenas para uma na China, com 201 metros de altura.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif