Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Auditoria da General Shopping vê incerteza 'relevante' sobre continuidade da empresa

Valor Econômico



A General Shopping, controlada pela família Veronezi, vem sendo alertada pela sua auditoria BDO sobre “incerteza relevante relacionada com a continuidade operacional” da companhia, após a forte alta no dólar que fez aumentar em quase 50% o valor de títulos perpétuos emitidos pela empresa em moeda estrangeira durante a pandemia.

Em seu parecer no balanço do terceiro trimestre, a BDO reforça que, como efeito desse impacto da dívida, a General Shopping estava, em setembro, com patrimônio líquido negativo em quase R$ 650 milhões.

A informação consta como ponto de ênfase no relatório de revisão da auditoria, com data de 10 de em novembro, mas vem sendo destacada pela BDO desde o balanço do quarto trimestre de 2020, apurou o Valor.

A General Shopping tem 15 empreendimentos no país, e os controladores, com 69,5% das ações ON, são empresas da família Veronezi — o percentual restante está no mercado.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif