Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Banqueiros e corretores da bolsa dormem em escritórios para driblar quarentena contra Covid-19



O Globo


Mais de 20 mil banqueiros, corretores da bolsa e outros funcionários estão dormindo em torres de escritórios no distrito de Lujiazui, no centro financeiro de Xangai, enquanto tentam manter a bolsa de valores funcionando durante o bloqueio contra a Covid-19, que entrou em vigor no último domingo.


Corretoras, gestores de ativos e empresas que atuam na bolsa, e trabalham nas 285 torres de escritórios na cidade financeira de Lujiazui, em Pudong — a resposta da China à Wall Street americana — correram para convocar funcionários antes do bloqueio de segunda-feira em Xangai e prepararam sacos de dormir e suprimentos básicos para que os funcionários durmam no local.


O número de novos casos confirmados em Xangai atingiu 4.477 nesta terça-feira, um recorde, mas apenas 2,1% dos infectados apresentaram sintomas. A proporção de casos sintomáticos nos últimos sete dias foi de cerca de 1,6%.


Mas, em uma tentativa de manter a economia de Xangai, onde vivem 26 milhões de pessoas, em funcionamento, autoridades evitaram os confinamentos rígidos aplicados em outras cidades chinesas e, desta vez, optaram por restrições mais direcionadas e progressivas.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube