Receba nossa newsletter

 Instagram feed

BR Properties tem prejuízo entre janeiro e março, mas ocupação de imóveis sobe


Valor Econômico


A BR Properties, que vende e gerencia prédios corporativos e galpões, viu a taxa de vacância de seus imóveis cair 8 pontos percentuais no primeiro trimestre de 2022, na comparação anual, para 24,7%.


Os resultados por setor são bem diferentes. Enquanto os galpões têm vacância de 2,7%, os escritórios, em São Paulo e no Rio, estão 30% vagos. Essas áreas foram afetadas de forma oposta pela pandemia: a demanda por galpões cresceu com o comércio virtual e o home office esvaziou escritórios.


Mesmo alta, a vacância atual é celebrada. “Estamos no sexto trimestre consecutivo de queda, enquanto o mercado geral de São Paulo e do Rio está no terceiro”, diz Martin Jaco, CEO da BR Properties. Ele ressalta o diferencial de investir em escritórios de alto padrão, com transporte público e serviços no entorno. São 84% do valor de mercado do portfólio da companhia.


O preço para locação dos escritórios da BR Properties subiu 4,7%. Mais uma vez, o número é muito menor do que o observado no setor logístico, com alta de 17,6%.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif