Receba nossa newsletter

 Instagram feed

BR Properties volta a apostar em logística e aponta estratégias para 2022

Exame



A pandemia chegou no começo de 2020 em um momento de mudanças para a BR Properties (BRPR3). A empresa de propriedades comerciais para renda por meio de aluguel havia decidido mudar radicalmente seu portfólio para se concentrar em ativos alto padrão, os mais valiosos do mercado imobiliário, com oferta de serviços e transporte público no entorno. Essa grande mudança se encerrou justamente no fim de 2019, com a venda de muitos escritórios menores, em regiões de categoria B, descentralizadas.


O movimento deixou a empresa preparada para enfrentar o teste da crise que viria poucos meses depois, provocada pela pandemia. Como resultado, seus imóveis corporativos já registram uma ocupação mais alta do que no início da crise, diferentemente de ativos em regiões B, que continuam a sofrer com taxas de vacância mais elevadas, disse o CEO da BR Properties, Martin Jaco, à EXAME Invest.


"Pagamos mais caro pelos ativos, mas atendo meus inquilinos e estou melhor posicionado agora. Esse nicho de mercado tem maior absorção. Os inquilinos percebem que não podem sair dali porque o dia em que quiserem voltar talvez não haja edifícios disponíveis.


"Diante de bons resultados, a companhia se prepara para colocar o pé novamente no segmento de logística, além de reforçar a operação com o primeiro fundo imobiliário aberto ao mercado.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif