Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Bradesco reduz aluguel com fechamento de sedes administrativas

Folha de S.Paulo



No movimento de reestruturação do modelo de trabalho das sedes administrativas do Bradesco, desde 2020, oito prédios em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte foram devolvidos.


O ganho anual de eficiência com pagamento de aluguéis e gastos de custeio é estimado em mais de R$ 100 milhões.


Segundo o banco, os funcionários foram realocados para novas unidades, que estão sendo atualizadas para o regime híbrido de trabalho e novos modelos com mesas sem posição fixa.


Neste ano, o Bradesco anunciou a intenção de reduzir até 400 agências na comparação com 2020. A medida está alinhada ao plano de reestruturar as despesas do banco e acompanha a digitalização do sistema financeiro.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube