DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Brasileiro é o que mais migra para compras online

Estadão



Num grupo de 10 países pesquisados, os brasileiros lideraram a troca de compras presenciais pelas online para se protegerem da contaminação. De acordo com uma pesquisa encomendada pela empresa americana de software de relacionamento para clientes e funcionários Freshworks, 70% dos consultados no Brasil disseram que fizeram a mudança contra uma média geral de 48%.


O levantamento revelou que se trata de uma metamorfose, já que 69% dos brasileiros disseram que pretendem continuar interagindo com suas marcas de forma digital ou remota mesmo após a melhora da situação da pandemia de coronavírus. Foram consultados também consumidores da Austrália, França, Alemanha, Índia (que ficou em segundo lugar, com 66%), Holanda, Cingapura, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos.


"Acreditamos que oferecer um engajamento digital de alta qualidade não é mais algo simplesmente agradável, mas sim um imperativo de negócios para continuar a manter os clientes", disse o presidente e fundador da Freshworks, Girish Mathrubootham.


Os brasileiros estiveram à frente nas mudanças também em outras categorias. Quase metade dos entrevistados no País aproveitou o momento para migrar para marcas de custo mais baixo. De novo nesse quesito o Brasil foi seguido pela Índia. A pesquisa apontou que os consumidores contam com "afagos" pelas compras online, já que sete em cada dez avaliam que as empresas que cresceram durante este período difícil devem "retribuir" à comunidade de alguma forma, como descontos e liquidações.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube