Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Ceará começa a despontar como polo logístico no cenário nacional


Conteúdo exclusivo SiiLA



Em fase de construção, o BWDiase Business Park Fortaleza será um dos maiores condomínios logísticos da capital cearense - Foto: Divulgação Aurum/George Films

O crescimento das vendas online em todo o país junto à chegada de importantes players como a gigante de e-commerce Amazon e a rede de atacado Assaí, vem alimentando o apetite de desenvolvedores de condomínios logísticos de alto padrão (A+ e A) no estado do Ceará.


Atualmente, o estado tem 280.904 m² em imóveis do tipo classificados como A+ e A, de acordo com dados da plataforma Market Analytics, da SiiLA.


O número ainda é baixo frente ao estoque total de alto padrão de condomínios logísticos do Brasil, que chegou ao final do segundo trimestre de 2022 com mais de 16,6 milhões de m². Porém, de todo esse estoque, quase 10 milhões de m² estão concentrados no estado de São Paulo.


“A logística é recente no Brasil e a tendência é que aconteça uma descentralização na medida em que projetos de infraestrutura avançam em outras regiões do país, contribuindo para o escoamento das mercadorias e visando atender à crescente demanda por entregas de produtos nas regiões mais afastadas dos polos concentrados no Sudeste, e que também possuem grandes adensamentos populacionais, como no Ceará e regiões próximas”, explica Giancarlo Nicastro, CEO da SiiLA.


Ainda de acordo com os dados da SiiLA, o Ceará fechou o segundo trimestre de 2022 com 99,53% dos condomínios logísticos de alto padrão locados. De olho nesse movimento e na falta de espaços vagos, a Aurum Desenvolvimento Imobiliário, que tem foco no mercado corporativo, é uma das empresas que está com lançamentos de galpões de alto padrão previstos para os próximos meses na região.


“Há dois anos, realizamos um estudo do mercado logístico no Ceará, diagnóstico dos terrenos, preço médio, e percebemos que não havia nenhuma imobiliária local dedicada a receber inquilinos de grande porte na região. Enxergamos essa oportunidade e nos preparamos para atender esse tipo de cliente”, conta Nertan Rabelo, Diretor Executivo da Aurum.


Foto: Divulgação Aurum/George Films

Em fase de construção, o BWDiase Business Park Fortaleza foi idealizado para receber a classificação de alto padrão pela Aurum. O condomínio fica no município de Itaitinga, na divisa com Fortaleza, a cerca de 30 km do centro da capital.


Ao final de sua conclusão, o BWDiase Business Park Fortaleza será um dos maiores condomínios logísticos da capital cearense, com 200 mil m² de área bruta locável (ABL), 550 vagas de estacionamento para carros e caminhões, além do pé-direito de 12 metros, carga de piso para 6 toneladas por m², entre outras especificações.


A Aurum já contabiliza mais de 50 mil m² de galpões em negociações avançadas e as perspectivas são positivas para os próximos meses, diante da alta procura por galpões de alto padrão. Rabelo reforçou que a região é carente de empreendimentos do tipo e destacou a localização geográfica privilegiada do estado, para entrada e saída de mercadorias da Europa e EUA.


Foto: Divulgação Aurum/George Films

“Na região, está previsto um projeto de médio prazo de infraestrutura que vai ligar o Complexo Industrial e Portuário do Pecém à Região Metropolitana de Fortaleza. Além disso, as obras de ampliação e melhoria do 4º Anel Viário devem se concretizar, facilitando o escoamento das mercadorias, seja para consumidor final ou para o porto”, disse o executivo da Aurum.


Rabelo também pontuou outras iniciativas, como os investimentos nacionais e estrangeiros na construção de usinas de hidrogênio verde, lembrou que Fortaleza é o maior hub de cabos submarinos de fibra ótica do Brasil e um dos maiores do mundo, além de mencionar o potencial de geração de energia eólica e solar do estado.


De acordo com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), mais da metade da energia do Ceará é proveniente de fontes renováveis, totalizando 58%, somando as produções eólica e solar.


“Com tudo isso, a expectativa é que o processo de produção, importação, exportação, armazenagem e distribuição dê um salto no Ceará”, disse o executivo da Aurum. “O ecossistema logístico está se desenhando para que players importantes tenham um ponto estratégico no Ceará para abastecer o Nordeste.”



Quer saber mais sobre a Aurum ou conhecer o condomínio logístico que está sendo desenvolvido na região? Confira os detalhes no SiiLA SPOT, acessando siilaspot.com.br/home ou direto neste link para ver as disponibilidades futuras ou outros galpões da desenvolvedora para locação.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif