Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Centros de inovação apostam em modelo híbrido para retomada pós-pandemia

Estadão



O avanço da vacinação permite esboçar planos para uma vida pós-covid. Nessa retomada, os centros de inovação, conhecidos pelos espaços físicos que reúnem startups e empreendedores em bancadas de trabalho coletivas (além de oferecer café e água saborizada, mesas de pingue-pongue e pufes para descanso), apostam que o futuro não será como antes – e nem como é hoje, com tudo feito à distância. Centros como o Habitat, do Bradesco, o Cubo, do Itaú, e o Google for Startups enxergam um futuro híbrido para os seus espaços.


Até 2020, esses locais registravam fluxo intenso de pessoas - no Google for Startups, em São Paulo, 4 mil “startupeiros” circulavam mensalmente pelo espaço. Isso porque, além de sentar à mesa para disparar e-mails e fazer telefonemas, realizar encontros com desconhecidos pelos corredores fazia parte da rotina de negócios. O cenário, é claro, mudou com a chegada da covid.


Desde então, os centros de inovação precisaram tomar um caminho diferente, apostando tudo no digital. A criação de bancos de dados internos, com nome e área de atuação das startups, tentaram facilitar a conexão entre empreendedores desconhecidos. Além disso, eventos passaram a ser transmitidos online, permitindo que centenas de participantes de novas regiões do Brasil assistissem.


“Percebemos que o modelo conectado amplia a atuação pelo Brasil”, conta ao Estadão Renata Petrovic, diretora do Habitat, prédio de inovação do Inovabra. Segundo ela, houve um aumento de 25% de público em eventos transmitidos online, na comparação com as reuniões físicas pré-pandemia. A executiva explica que não haver deslocamento de um bairro para outro está entre os motivos para atrair uma parcela maior de público. Além disso, o formato passou a possibilitar que vários representantes de uma mesma startup comparecessem aos eventos, o que antes era raro. “Acaba facilitando o acesso aos conteúdos do evento”, observa.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube