Receba nossa newsletter

 Instagram feed

‘Consumidor está menos propenso a comprar’, diz CEO da Via

Valor Econômico



A Via, dona das redes Casas Bahia e Ponto, vem sentido um ambiente de consumo mais “desafiador” nos últimos três meses e vê a oferta de crédito como crucial neste momento, disse ontem, na “Live do Valor ”, o CEO da empresa, Roberto Fulcherberguer. Ele ainda comentou sobre as recentes quedas nas ações da empresa e o anúncio de alongamento de R$ 1,5 bilhão em dívidas, informado na noite de domingo.


“Isso [cenário desafiador] está estampado, o consumidor está menos propenso a comprar [...]. O desafio é geral. Começamos a oferecer crédito por nossa ‘fintech’ banQi [startup de tecnologia financeira] no segundo trimestre, aceleramos no trimestre seguinte, e com taxas de inadimplência parecidas com do crediário. Oferecer crédito nessas horas é superimportante”, disse o executivo. O início das operações de empréstimo pessoal pelo banQi será a partir deste ano, afirmou.


A empresa deve encerrar 2021 com 105 novas lojas abertas - eram 1.029 pontos em setembro, último dado disponível - e o CEO diz que de 70 a 100 inaugurações em 2022 “não está fora do que se pretende fazer”. Ele não quis antecipar projeções de investimentos para 2022. “À medida que o on-line se expande, é melhor para o jogo da Via. A venda on-line se multiplica em áreas com novas lojas.”


Fulcherberguer conta que, embora o movimento nas lojas seja menor, em relação aos últimos anos, a conversão de vendas é maior, tanto presencialmente quanto pelos canais digitais.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif