Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Credit Suisse eleva projeção para Selic a 10,5% e piora estimativas para PIB

Folha de S.Paulo



A recente deterioração da credibilidade fiscal do Brasil levou o Credit Suisse a projetar a taxa Selic em 10,5% ao ano em maio do ano que vem, com o banco também elevando suas estimativas para a alta do IPCA e rebaixando a conta para o crescimento econômico do Brasil em 2021 e 2022.


O credor suíço espera agora que a economia brasileira cresça 5% este ano, contra projeção anterior de 5,3%. Para 2022, a expectativa é de que o PIB (produto interno bruto) suba apenas 0,6%, ante 1,1% estimados previamente.


Para a alta dos preços ao consumidor, o Credit Suisse aumentou sua previsão a taxa de 9,1% em 2021, contra avanço de 8,7% previsto anteriormente. Para 2022, a expectativa é de que o IPCA suba 5,5%, contra 5,2% anteriormente.


As projeções vieram acompanhadas de estimativas mais agressivas para o ciclo de aperto monetário doméstico. Segundo o credor privado, o Banco Central anunciará elevações de 125 pontos-base na ta