Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Entrega rápida aproxima loja do consumidor

Folha de S.Paulo



A entrega ultrarrápida de produtos comprados em sites de lojas é excelente para os consumidores brasileiros. Comprova que a verdadeira fidelização é atender bem o cliente, reduzindo prazos de entrega, aumentando as ofertas e baixando os preços, quando a inflação encontrar pela frente uma equipe econômica do governo que consiga enfrentá-la de verdade.


Em 2021, no Sindec (Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor) –do Ministério da Justiça, que integra dados relativos aos Procons de todo o Brasil–, houve 85.490 atendimentos sobre problemas na entrega de produtos. Foi o quarto item mais reclamado, depois da cobrança indevida/abusiva; do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) –resolução de demandas, e de produto com vício.


O CDC (Código de Defesa do Consumidor) não estipula um prazo para entrega de itens adquiridos pelo cliente, mas exige informação adequada sobre os produtos e serviços nas relações de consumo.


Os atrasos nas entregas aumentaram durante o período mais crítico da pandemia de coronavírus em função do distanciamento social, que multiplicou as compras pela Internet.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif