DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Escritório de elite terá mais ar livre, café, manicure e academia no pós-pandemia

Fonte: Folha de S.Paulo



O trabalho presencial nos escritórios vai voltar no pós-pandemia, mas precisará ser diferente. Longas fileiras de mesas em baias fixas deverão ser substituídas por estações de trabalho móveis e maior distanciamento entre cada uma delas. A frequência também deverá ser outra, um reflexo do ano em home office.


Nos setores que ocupam o topo da pirâmide do mundo corporativo, como bancos, gestores de investimentos, empresas de tecnologia, auditoria, farmacêuticas, grandes escritórios de advocacia e multinacionais, a ida ao escritório precisará oferecer mais do que um espaço para o trabalho.


Martín Andrés Jaco, diretor-presidente da BR Properties, diz que o mercado passa agora a olhar para além das especificações técnicas que garantem aos edifícios a classificação AAA (os "triple A").


É necessário que o prédio ofereça uma gama de serviços que o torne interessante e atraente para quem for chamado para trabalhar ali.


"Não se dava tanta ênfase a outras questões, como acesso ao transporte, serviços no prédio e no entorno. É necessário que haja academia, lavanderia, áreas verdes. Isso tudo passa a ter um valor muito grande", afirma. "Esses serviços precisam funcionar em tempo integral. O modelo de trabalho mudou, e é necessário atender. Isso era uma tendência, mas agora foi acelerada."


  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube