Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Escritórios do futuro serão espaços de convivência, diz diretora de ESG da XP Inc.

Época Negócios



Com o avanço da vacinação contra a covid-19 e a redução nos números de mortes e infectados pela doença, algumas empresas decidiram retomar as atividades presenciais. Em comparação ao ambiente de trabalho antes da pandemia, as diferenças vão desde o uso de máscaras até o distanciamento social. Mas não para por aí: algumas companhias têm adotado um novo posicionamento, já pensando no futuro.É o caso da XP Inc., uma das primeiras a adotar o “anywhere office” (“escritório em qualquer lugar”) como modelo permanente.


Segundo Marta Pinheiro, diretora de Cultura e ESG, isso permitiu abrir o leque de oportunidades e contratar talentos de outros estados e até do exterior, enriquecendo a cultura da empresa. Atualmente, 45% dos funcionários estão fora da cidade de São Paulo – antes da pandemia, 98% moravam na capital.


A atual sede da gestora de investimentos, na avenida Brigadeiro Faria Lima, virou um destino eventual e opcional para os funcionários. “O trabalho presencial agora é sobre teambuilding, sobre encontrar a equipe ou conversar com um cliente pessoalmente”, comenta. “É um espaço de convivência.”


Os planos da XP para o escritório do futuro são ambiciosos. A empresa anunciou a construção de um complexo corporativo para a equipe em São Roque, a cerca de 60 quilômetros de São Paulo, batizado de Villa XP. Será uma espécie de clube de férias de 705 mil metros quadrados, com inauguração prevista para 2022.