DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

FMI avalia manter home office duas ou três vezes por semana

Bloomberg



Enquanto planeja o retorno dos funcionários à sede em Washington, o Fundo Monetário Internacional elabora uma estratégia para que seu pessoal siga trabalhando parte da semana em casa mesmo após a pandemia, o que poderia reduzir as necessidades de espaço físico da instituição.


Embora a emergência sanitária em Washington pareça ter diminuído, os colaboradores do FMI, que trabalham em casa desde o ano passado devido à Covid-19, terão permissão para continuar atuando desta forma a partir de setembro, como parte de um teste, de acordo com pessoas familiarizadas com o plano, que pediram anonimato porque as discussões são privadas.


Para os que optarem pelo home office, a maioria faria isso em dois ou três dias da semana, segundo o plano discutido com o conselho executivo no mês passado, afirmaram as fontes. Mais de 90% dos 2.700 funcionários do fundo têm Washington como base.


No futuro imediato, o FMI pretende manter os dois prédios que funcionam como sede. No entanto, diante da possível diminuição da necessidade de espaço, os participantes da reunião discutiram a possibilidade de vender o edifício de 12 andares conhecido como HQ2, acrescentaram os entrevistados. O plano estabelece que os funcionários compartilhem mesas e espaço de trabalho quando colegas de outros locais estiverem no escritório, disseram.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube