Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Fundos Imobiliários nos EUA estão se recuperando mais rápido, diz RBR



Exame

Diversificar ativos em diferentes categorias de investimentos é importante, mas para chegar a uma boa relação de distribuição de risco é essencial também diversificar de forma geográfica. No mundo dos Fundos de Investimento Imobiliário (FII), uma boa alternativa para não "colocar todos os ovos na mesma cesta" é a aplicação em REITs (Real Estate Investment Trusts).


Os REITs são a forma equivalente aos nossos FIIs, guardando algumas diferenças. Um dos principais aspectos que separam o mercado brasileiro do americano é a varidade de tipos de REITs.


"Temos fundos de diferentes perfis, desde REITs de ativos residenciais de diferentes categorias, passando por fundos que investem em torres de celular até alguns que investem em espaços de marina", explicou Ricardo Almendra, sócio e CEO da gestora RBR, durante o programa FIIs em EXAME.


A RBR possui 85% do seu portfólio concentrado no Brasil, e os 15% estão em ativos dos Estados Unidos. Lá, a gestora tem o foco em imóveis residenciais na cidade de Nova York. São prédios de quatro ou cinco andares, que são comprados, reformados e colocados para alugar.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube