DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Google fecha hub de startups no Reino Unido e 'abraça' home work

Valor Econômico



A Alphabet, controladora do Google, planeja fechar seu hub de sete andares dedicado a ajudar startups no distrito de Shoreditch, em Londres, e substituí-lo por serviços virtuais seguindo a mudança que ocorreu no mercado para "home office". Essa mudança vem depois que a pandemia mostrou o gigante de tecnologia poderia atender empresas novatas em todo o país sem a necessidade de um espaço físico, de acordo com um comunicado divulgado nesta segunda-feira.


O Google foi forçado a oferecer seus programas de suporte e serviços on-line quando o coronavírus atacou. “A comunidade de startups do Reino Unido não precisa de acesso a um único espaço físico compartilhado tanto quanto precisa de acesso a recursos, mentores e programas disponíveis em escala, em qualquer lugar”, informou o Google no comunicado. “E à medida que o ecossistema se desenvolve, também se desenvolve nossa abordagem para apoiá-los”.


O Google abriu as instalações do campus perto do giratório da Old Street - apelidado de 'Rotunda do Vale do Silício' - em 2012. A área foi saudada como Tech City pelo ex-primeiro-ministro David Cameron e tornou-se o epicentro da economia digital em rápido crescimento do país.


O crescimento do cenário de startups em Shoreditch na última década ajudou a aumentar os valores e os aluguéis de propriedades em áreas tradicionalmente dominantes, como a cidade de Londres, de acordo com dados compilados pelo corretor Carter Jonas. Mas o movimento crescente em direção ao trabalho flexível e doméstico entre as empresas de tecnologia torna o local vulnerável. Os aluguéis na área podem cair até 12,5% neste ano até março de 2022, prevê o corretor.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube