Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Inflação do aluguel registra queda de 0,64% em setembro

Folha de S.Paulo



A queda no preço do minério de ferro levou a uma retração no IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado) em setembro. É a primeira vez, desde fevereiro de 2020, que o IGP-M tem resultado negativo. Em agosto, o índice já havia desacelerado seu crescimento, com alta de 0,66%, ante 0,78% em julho.


A queda em setembro faz com que o acumulado do IGP-M nos últimos 12 meses, o valor adotado como referência para o reajuste dos contratos de locação, recue para 24,86%, menor valor desde dezembro. Esse acumulado estava em 31,12% em agosto, após ter atingido um pico de 37,04% em maio deste ano.


Ainda assim, o valor é alto e pesa nos reajustes de contratos de locação, o que tem motivado a troca do índice pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), na hora de renovar os contratos. Em agosto, o IPCA apresentou acumulado de 8,99%. O valor referente a setembro ainda não foi divulgado.


A prévia do indicador, o IPCA-15, porém, registrou o maior valor para setembro desde 1994, de 1,14%. Contribuiu para isso principalmente o aumento nos preços da gasolina e da energia elétrica. O acumulado nos últimos 12 meses foi de 10,05%.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif