Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Iphan tomba provisoriamente Complexo do Ibirapuera

G1



O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) comunicou nesta quinta-feira (4) o tombamento provisório do Conjunto Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, conhecido como Complexo do Ibirapuera, localizado na Zona Sul de São Paulo.


Na decisão, Larissa Peixoto, presidente do instituto, certificou que as propriedades do Conjunto Desportivo, a partir da data do tombamento, "não poderão, em caso nenhum, ser destruídas, demolidas ou mutiladas, nem, sem prévia autorização especial do Serviço do Patrimônio Histórico e Artistico Nacional, ser reparadas, pintadas ou restauradas, sob pena de multa de 50% do dano causado".


O tombamento abrange o Ginásio do Ibirapuera, o Ginásio Poliesportivo Mauro Pinheiro, o Estádio Ícaro de Castro Mello, o Conjunto Aquático Caio Pompeu de Toledo, o Palácio do Judô, quadras de tênis e prédios de administração.


Em nota, o governo de São Paulo informou que "tomará todas as medidas, sejam elas administrativas ou judiciais, para reverter a decisão publicada hoje pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)". Segundo o texto, o estado considera que não há "qualquer fundamento que ampare o tombamento provisório das instalações do Complexo Desportiv