Receba nossa newsletter

 Instagram feed

JSL mantém crescimento, puxado por alguns setores

Valor Econômico



Mesmo com a forte pressão inflacionária que atinge o setor logístico e as incertezas no cenário econômico do país, a JSL manteve o crescimento no terceiro trimestre e projeta que a expansão se manterá pelo próximo ano, segundo o presidente da empresa de logística, Ramon Alcaraz.


De julho a setembro, a receita bruta de serviços da companhia foi de R$ 1,38 bilhão, uma alta de 73% em relação ao mesmo período de 2020. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) avançou 68,1%, para R$ 198,3 milhões.


O lucro líquido saltou de R$ 17,4 milhões para R$ 83,1 milhões no trimestre.O avanço nos resultados se deve tanto ao crescimento orgânico quanto às aquisições de cinco empresas, realizadas no último ano. Sem a incorporação das companhias, o aumento de receita da JSL ainda teria sido de 15%.


Para Alcaraz, o desempenho se deve em grande parte aos setores atendidos. “Temos um Brasil patinando em termos de PIB [Produto Interno Bruto]. Mas estamos presentes em segmentos que crescem bastante, como florestal, mineração, e de consumo de alimentos e bebidas”, diz.