Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Juro alto derruba setor imobiliário nos EUA; modelo de financiamentos desacelera queda no Brasil

País conta o fato de a maioria dos contratos imobiliários serem de taxas pré-fixadas, o que não acontece no exterior


Estadão

A elevação das taxas de juros básicos ao redor do mundo tem provocado uma perda de fôlego do mercado imobiliário em diversos países, inclusive em economias maduras como nos Estados Unidos. No Brasil, também há uma desaceleração em curso, embora o mercado local conte com artifícios para amortecer o pouso.


Nos Estados Unidos, as famílias têm amargado uma perda relevante no poder de compra porque o país vem assistindo a uma elevação expressiva no valor das moradias e, principalmente, nas parcelas dos financiamentos - esta última reflete a subida dos juros básicos pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) para conter a inflação.


Veículos de imprensa internacionais têm ressaltado que já há sinais de uma “crise de acessibilidade” a financiamentos imobiliários na maior economia do mundo.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif