DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Lançamentos de imóveis residenciais caem 23% em fevereiro

Fonte: Valor Econômico



Os lançamentos de imóveis residenciais novos, na cidade de São Paulo, caíram 23,1%, em fevereiro, na comparação anual, para 1.680 unidades, segundo o Secovi-SP, o Sindicato da Habitação. “Trata-se de flutuação natural de mercado. Se isso se repetir em março, vamos olhar, com lupa, a situação”, diz o presidente da entidade, Basílio Jafet, ressaltando que houve crescimento das vendas no mês passado. O levantamento apontou que as vendas aumentaram 19,6%, para 5.009 unidades.


Jafet avalia que a pesquisa referente a março deverá indicar queda nas vendas, devido ao fechamento dos estandes de comercialização. A redução tende a ocorrer, principalmente, nos imóveis destinados às classes média e alta. O representante setorial ressalta que o Secovi-SP é favorável às medidas de distanciamento social em curso.


A entidade ainda estima expansão de 5% a 10% dos lançamentos e das vendas de imóveis residenciais, na capital paulista, em 2021. “Por enquanto, estamos mantendo as projeções para o ano, apesar do cenário mais desafiador, com inflação em alta e expectativa de menor crescimento do PIB [Produto Interno Bruto]”, diz o presidente do Secovi-SP, acrescentando que as incorporadoras têm prosseguido com seus planos para o ano.


Houve redução de 6,4% dos lançamentos, em fevereiro, em relação a janeiro, mas crescimento de 49% na venda de imóveis residenciais novos. O Valor Geral de Vendas (VGV) comercializado caiu 14,5%, na comparação com fevereiro de 2020, mas aumentou 26,5%, ante janeiro, para R$ 1,9 bilhão, segundo o Secovi-SP.


  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube