top of page

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Lucro das incorporadoras cai pela metade no 1º trimestre

Folha de S.Paulo


As incorporadoras brasileiras tiveram uma queda no lucro líquido de 49,7% entre o último trimestre do ano passado e o primeiro deste ano, segundo levantamento feito pela Economatica com 24 empresas. O tombo acontece após três trimestres de resultados positivos.


A receita líquida operacional —o que as empresas receberam pela venda dos seus produtos—, por sua vez, caiu 12,6% entre o quarto trimestre de 2020 e o primeiro de 2021, o que aponta que a queda na comercialização de imóveis não foi o único motivo para a diminuição da lucratividade.


O levantamento desconsiderou a Cyrela, dado que eventos atípicos (aberturas de capital da Lavvi, Plano & Plano e Cury, joint ventures da companhia) levaram a empresa a registrar um lucro não-recorrente muito alto no terceiro trimestre, de R$ 1,47 bilhão, contra R$ 72 milhões no segundo e R$ 266,5 milhões no quarto, o que distorcia os dados do conjunto.


Para João da Rocha Lima, coordenador do Núcleo de Real Estate da Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo), uma explicação para a queda está nos custos de construção, que subiram acima da inflação.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page