Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Mercado logístico segue aquecido e deve reduzir vacância média



GRI HUB

Se existe um segmento no mercado imobiliário que não pode reclamar da nova dinâmica social imposta pela covid-19, estamos falando dos condomínios logísticos. É óbvio que não se trata de comemorar a pandemia, mas é inegável que alguns de seus efeitos favoreceram o mercado, que viu a ocupação subir com uma demanda inédita vinda do e-commerce.


Segundo a SiiLA, a taxa média de vacância é de 11,48% nos ativos A+ e A (dados do 4º trimestre de 2021). Nos primeiros três meses de 2020, momento em que o novo coronavírus chegou ao país, a taxa era de 18,16% do estoque disponível, considerando dados de 16 estados brasileiros.


De acordo com as expectativas de líderes do setor, reveladas em pesquisa do GRI Club entre os dias 27 de janeiro e 1 de fevereiro, a tendência é que a ocupação continue crescendo (59%) em relação a 2021. Ainda, 27,6% enxergam que haverá uma valorização no preço do metro quadrado.


Neste quesito, entretanto, a maioria crê na manutenção dos valores praticados no ano passado. Para 24%, a taxa de vacância vai permanecer em níveis semelhantes.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif