Receba nossa newsletter

 Instagram feed

No Brasil, WeWork deixa de lado planos de locar mais área corporativa

Da redação


Em entrevista ao jornal Valor Econômico, a CEO da WeWork para América Latina, Claudia Woods, afirmou que a empresa não planeja expandir a empresa no país a partir da locação de novas áreas corporativas. Segundo a executiva, a WeWork passa a apostar no seu crescimento através de marketplace, onde irá gerenciar escritórios compartilhados de parceiros.


O projeto piloto, intitulado Station by WeWork, entra em ação a partir de outubro, com investimentos de R$ 44 milhões. Os próximos países a receberem o Station serão México e Colombia, segundo a reportagem.


A proposta em expandir no mercado brasileiro com o marketplace busca ampliar a presença da marca sem as grandes despesas que envolvem a locação de imóveis corporativos, como reformas e os custos fixos, como condomínio e aluguel.


O monitoramento da SiiLA indica que nos últimos dois anos, a ocupação por parte de empresas de coworking em lajes corporativas das classes A+ e A, nas regiões CBDs da cidade de São Paulo, cresceu 2%, totalizando hoje 136.544 m². No monitoramento da empresa no México, empresas do setor de coworking somam 366,535 m² de área ocupada no mercado de CDMX em empreendimentos de alto padrão.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif