DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

O retorno ao shopping

IstoÉ Dinheiro



Dezoito meses depois de fechar as portas, o varejo brasileiro volta a operar com força total. O fim das medidas de isolamento social impostas para conter o avanço da pandemia de Covid-19, que até aqui alcançou a terrível marca de 560 mil mortes, resultou na retomada das vendas, que começam a dar sinais robustos de recuperação. O retorno à normalidade deve ao avanço significativo do ritmo na vacinação da população adulta. Agora, quase metade da população brasileira já tomou pelo menos a primeira dose, o que garante maior segurança para a volta gradativa às compras.


Pesquisa Mensal do Comércio, divulgada no início de julho pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que as vendas no comércio varejista subiram 1,4% em maio deste ano em relação a abril — que, por sua vez, já tinha registrado alta de 4,9%. No acumulado do ano, a variação positiva alcançou 6,8% sobre os primeiros cinco meses de 2020. A seta está apontada para cima. A tendência é de melhora nos indicadores a partir do terceiro trimestre, com mais vacinas no braço dos brasileiros e menos pacientes em leitos de UTI.


E nenhum setor personifica mais essa retomada nas vendas do varejo do que shopping centers. Se ainda não é possível enxergar corredores lotados e clientes com sacolas passeando pelas lojas, ficou no passado o cenário em que boa parte dos lojistas dos empreendimentos no Brasil precisou fazer sacrifícios para sobreviver mesmo de portas fechadas. No auge da crise, a queda no faturamento ultrapassou 90%.


Agora, planos de expansão e investimentos que estavam represados foram retomados pelas grandes companhias do setor. A contar pelo apetite dos donos de shoppings, o segmento sairá maior da crise. Mas ainda há uma travessia a ser vencida nos próximos meses. Dados da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) mostram reaquecimento. Na semana de 19 a 25 de julho deste ano, os 601 shoppings do País registraram crescimento de 14,3% na receita, comparando diretamente com a mesma semana do mês anterior, entre 21 e 27 de junho.


  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube