DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

O segredo do modelo “asset light” da Sequoia Logística

Fonte: Infomoney



A disparada do e-commerce na pandemia de coronavírus beneficiou empresas de logística como a Sequoia (SEQL3). Com clientes como Magazine Luiza e Mercado Livre, a companhia conseguiu ampliar seu lucro líquido no quarto trimestre de 2020 em 196%, para R$ 17,7 milhões.


A estratégia, segundo o CEO Armando Marchesan Neto, é ser uma empresa “asset light” — sem muitos ativos, como imóveis —, fazer investimentos em melhoria operacional e continuar sendo uma consolidadora no setor. No ano passado, por exemplo, a Sequoia anunciou a compra da Direcional e da Prime e, neste ano, adquiriu a gaúcha Plimor.


“Estamos esticando esse cenário de baixa atividade econômica e maior desemprego. (…) Então, a gente não vislumbra para este ano uma nova curva muito parecida [com o boom do e-commerce visto no ano passado], mas sim com um pouco menos de euforia”, disse o executivo em live do InfoMoney na terça-feira (23).


“E também uma diferença nessa migração do online para o offline. As pessoas já estão acostumadas e não vai ter aquela demanda para preparar um escritório dentro de casa ou para preparar a ginástica dentro de casa. Os hábitos vão sofrer algum tipo de alteração, mas nossa empresa tem uma multicanalidade no nosso DNA”, completou.


  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube