Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Os faria limers estão voltando aos escritórios com o aluguel mais caro

Bloomberg Linea



O Birmann 32 é um colosso de aço e vidro insulado de 125 metros de altura, na esquina da Faria Lima com a rua Leopoldo Couto de Magalhães. O B32 tem 57 mil metros quadrados para locação, em 25 pavimentos. O prédio corporativo, considerado o mais moderno de São Paulo, foi projetado pelo arquiteto chinês Chien Chung Pei, ou Didi Pei, do escritório Pei Partnership Architects (Didi é filho de I.M.Pei e trabalhou com o pai nos projetos da pirâmide de vidro do Louvre, em Paris, e da ala leste da National Gallery of Art, em Washington). Diferente de outros edifícios na Faria Lima isolados urbanisticamente, o Birmann 32 é voltado para o entorno, com uma praça e teatro abertos ao público. Foi entregue em julho do ano passado, quando ainda não havia vacina à vista.


“Houve, é claro, um pouco de apreensão se alguns dos contratos podiam não ser concluídos por causa de toda a incerteza quanto à pandemia, mas isso não aconteceu. Fomos muito bem recebidos”, contou Rafael Birmann, o incorporador que levantou o B-32, em entrevista à Bloomberg Línea.


No mercado estima-se que o prédio tenha mobilizado R$ 1,2 bilhão em capital para ser erguido. Dos 25 andares, há apenas um ainda disponível para a locação (preço: R$ 235/m²) e o maior ocupante é o Facebook, com quase metade das lajes locáveis.