DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Para a Hedge, shoppings vão ser usados como “a última milha” da entrega

NeoFeed





Não há monotonia para quem atua no setor de fundos imobiliários. Há um ano, quando a pandemia completava três meses, os shoppings e escritórios estavam fechados e o setor vivia dias de apreensão.


Passado um ano, as preocupações são outras – embora a pandemia ainda seja uma preocupação que não sai do radar. Entre elas, o aumento dos juros pelo Banco Central e o projeto de lei que muda a indexação de contratos do IGPM para o IPCA, apelidado de “PL do IPCA”.


Nada disso, no entanto, tira o otimismo de André Freitas, que comanda a Hedge Investments, maior gestora independente de fundos imobiliários do Brasil com R$ 8 bilhões de ativos sob gestão.


“Em 2020, foram captados R$ 35 bilhões. Em 2019, R$ 35,5 bilhões. Em 2021, o primeiro semestre ainda não terminou e já foram captados R$ 21 bilhões”, disse Freitas, em entrevista ao NeoFeed. “Esse é o primeiro semestre mais alto da história.”

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube