DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Para a OLX, escritório do futuro terá mais espaço de convivência e menos de trabalho

Época Negócios



No pós-pandemia, os escritórios deverão ser muito mais espaços de convivência entre as equipes e menos de trabalho em si. Essa é a opinião de Andries Oudshoorn, CEO da OLX Brasil. "Acredito que será um lugar de encontro, para desenvolver o sentimento de pertencimento, para as pessoas se encontrarem, tomarem um café, e também para a realização de reuniões mais estratégicas e criativas. Vai mudar o papel que tinha."


Segundo ele, a tendência é que o local corporativo passe por algumas mudanças estruturais, se tornando mais amplo e aberto e recebendo mais áreas de convivência, para bate-papos e eventos, e menos mesas e salas.


Diante disso, o executivo avalia que a jornada de trabalho será mais flexível. No entanto, ele pondera que ainda há um certo desconhecimento sobre como este processo se desenrolará ao longo do tempo. "A OLX trabalha com experimentação. Não definimos agora como vai ser exatamente daqui 2 anos, mas vamos experimentar com novos modelos de colaboração dentro do escritório, sempre ouvindo os funcionários e, assim, iremos construir o futuro."


A expectativa é pela adoção de um esquema híbrido, em que os profissionais possam trabalhar parte do tempo em casa e parte no escritório – ou apenas se deslocarem até lá quando for mesmo necessário, para participar de uma reunião ou evento, por exemplo. Nesse cenário, para Oudshoorn, a comunicação entre os times e os líderes se torna ainda mais valiosa.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube