Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Platina 220: o maior prédio de São Paulo com 50 andares ficará pronto em julho

O Globo


Dois metros a mais foram suficientes para o edifício Platina 220, no Tatuapé, Zona Leste da capital paulista, ultrapassar o emblemático Mirante do Vale, localizado no Centro, e virar o prédio mais alto da cidade de São Paulo. Com 172 metros de altura e 50 pavimentos, o novo empreendimento abrigará 190 quartos de hotel, 80 apartamentos, 50 salas corporativas e 19 lojas térreas. A previsão é que o prédio seja finalizado em julho: restam apenas alguns detalhes para a finalização da obra. Todas as áreas corporativas já foram vendidas.


Ao todo, é esperado que seis novos prédios cheguem a esse trecho do Tatuapé, próximo à Radial Leste, um pedaço que ficou conhecido como “Eixo Platina”. O tal eixo se configura com a seguida instalação de prédios com lajes residenciais, comerciais e de serviços em uma mesma estrutura. Do montante, metade já saiu do papel. Ao todo, estima-se que a construtora vá investir 2 bilhões de reais no projeto, a ser finalizado em 2025.


Para se ter uma ideia da movimentação no entorno, a vacância de salas comerciais na região saltou de 4,6%, no final de 2021, para 31,6% no primeiro trimestre de 2022, mostra levantamento da SiiLA, multinacional de dados e análises de edifícios comerciais, realizado a pedido do GLOBO.


Os números ainda não refletem a presença do Platina, mas dão conta da chegada de novos empreendimentos na região. Um deles, o Crona 665, adicionou 12 mil metros quadrados de escritórios corporativos ao Tatuapé. Assim como o gigante, o Crona 665, da mesma empresa, faz uso misto do terreno, com uso comercial, mas também com lojas, hotéis e serviços.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube