Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Porte oferece “escritórios satélites” em São Paulo



Valor Econômico


A Porte Engenharia e Urbanismo, pouco conhecida fora de seu raio de atuação - a Zona Leste da cidade de São Paulo - vai entregar, neste semestre, os dois primeiros empreendimentos corporativos da região. Vendidos, na totalidade, para investidores diversos, cujos nomes não são divulgados, os dois empreendimentos chegam ao mercado com locação de fatia relevante das lajes comerciais.

Com Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 177 milhões, o Crona 665 chega ao mercado, no próximo mês. O Platina 2022, cuja entrega está prevista para junho, será o edifício mais alto da capital paulista, com 46 andares e 172 metros de altura, segundo Mila Soares, superintendente de incorporação e novos negócios da Porte. Trata-se de projeto com VGV de R$ 400 milhões.


O edifício Crona - exclusivamente corporativo - terá laje de 800 m2. No Platina, de uso misto, com parte corporativa, salas comerciais, parcela residencial, hotel e lojas as lajes são de 500 m2.


“Com a pandemia de covid-19, muitas empresas passaram a pensar em ter satélites de seus escritórios nas zonas Leste e Oeste”, conta a executiva. A descentralização de escritórios facilita o deslocamento de funcionários e possibilita ganho de tempo para parte dos empregados.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube