DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Porto Maravilha dá volta por cima e ganha protagonismo no Centro do Rio

Diário do Rio



Depois de um longo período no ostracismo, a Zona Portuária do Rio de Janeiro vê a expectativa por investimentos se concretizar. Além da crescente demanda pelos imóveis residenciais, a região também acompanha a chegada de importantes empreendimentos comercias, como o imponente Aqwa Corporate, do arquiteto inglês Norman Foster, que está com a ocupação no patamar de 85%, com várias grandes empresas instaladas com vista para a Baía de Guanabara.


O térreo do prédio conta com dois restaurantes em pleno funcionamento, e outro deve ser inaugurado em breve. Além das opções gastronômicas, outras locações estão em negociação. Segundo informações de fontes ligadas à administração do empreendimento, não é raro que haja filas de 40 minutos para ser atendido nos dois restaurantes, o que tem fortalecido os restaurantes locais. Uma praça de alimentação estaria sendo idealizada na Cidade do Samba, para servir à crescente demanda.


Conforme informou a jornalista Berenice Seara, a Águas do Rio, companhia do grupo Aegea que arrematou dois blocos no leilão de concessão da Cedae, quer deixar o escritório na Barra da Tijuca que ocupava desde os tempos dos estudos pré-licitação. Como diversas outras empresas já fizeram, deixará a Barra em direção à região.


A empresa, que vai atender algo em torno de dez milhões de pessoas em 27 municípios do Rio de Janeiro, incluindo boa parte da capital, está negociando um imóvel na Zona Portuária para instalar sua sede.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube