top of page

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Prefeitura do Rio de Janeiro investe em complexo tecnológico

Projeto está sendo chamado de “Vale do Silício carioca”


Da Redação


Foto: reprodução

A cidade do Rio de Janeiro irá receber um novo projeto imobiliário no ano que vem, um complexo tecnológico com 10 mil m² na zona portuária. O complexo surge através de uma parceria entre iniciativa privada e o governo municipal do Rio, que tem como meta abrir as portas do complexo ainda em 2023. O investimento para o projeto chegará a R$ 40 milhões e, segundo os planos, deve ficar pronto em cerca de seis meses segundo o próprio secretário de Desenvolvimento Econômico da prefeitura, Francisco Bullhões.


O complexo de 10 mil m² terá o campus do primeiro curso de graduação gratuito do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).


De acordo com a prefeitura da cidade, seis empresas, entre elas a Americanas, já mostraram interesse em fazer parte da associação de companhias que cuidarão da gestão do projeto.


“A ideia é que seja um ‘hub’ de tecnologia, em que universidade, mercado e governo estejam conectados, estimulando desenvolvimento”, disse Franscisco Bullhões, em entrevista ao jornal Valor Econômico.


A fim de trazer mais empreendedores para o complexo, a prefeitura do Rio reduziu a alíquota de Imposto Sobre Serviços (ISS) de 5% para 2% para as empresas que se fixarem no empreendimento.


Segundo dados do Market Analytics a cidade do Rio de Janeiro é a segunda maior região de escritórios corporativos do Brasil, ficando somente atrás de São Paulo. Atualmente, possui uma taxa de vacância de 36,07% para empreendimentos das classes A+, A e B. Por sua vez, a região do Porto chegou ao final do segundo trimestre de 2022 com 31,75% de vacância. Na região, predominam empresas dos setores Financeiro e de Seguros.


Quer saber ter acesso aos dados e análises completos do Market Analytics? Conheça a solução aqui e entre em contato.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page