Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Preocupações com Covid-19 e segurança no metrô limitam retorno aos escritórios em Manhattan

Reuters


Cerca de 80% dos funcionários de escritórios em Manhattan dependiam do metrô para chegar ao trabalho antes do início da pandemia de Covid-19.


Nova York ficou atrás de outros grandes mercados na percentual de funcionários que trabalham regularmente nos escritórios, em parte devido à alta dependência do transporte público e preocupações com a Covid, disse David Lewis, executivo-chefe da empresa de consultoria de recursos humanos OperationsInc, que trabalha com várias empresas no setor financeiro.


No geral, a cidade de Nova York teve uma taxa de ocupação de escritórios de 38,8% na semana encerrada em 11 de maio, abaixo da taxa de ocupação de 43,4% dos Estados Unidos, segundo dados da Kastle, que vende cartões de acesso a escritórios.


A segurança do sistema de metrô foi o maior obstáculo no retorno ao escritório, com 94% dos entrevistados dizendo que não está sendo feito o suficiente para resolver o problema, de acordo com uma pesquisa da Partnership for New York City.


  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif