Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Quem ganha com a Globo trocando a sede própria pelo aluguel em SP?

Bloomberg Línea



Num dos 10 maiores negócios imobiliários fechados em São Paulo este ano, o fundo de investimento imobiliário Vinci Offices, gerido pela Vinci Partners, arrematou a sede da TV Globo em São Paulo por R$ 522 milhões. O negócio vai se dar por meio de um contrato atípico do tipo sale & leaseback (a Globo vendeu e vai continuar no imóvel como locatária) com prazo de 15 anos, a uma taxa de retorno estimada (cap rate) de 7,6% ao ano.

Inaugurado em 1999, o complexo, que inclui escritórios e estúdios da maior rede de televisão do país em São Paulo, tem 56 mil m² de área construída (dos quais 39 mil m² são considerados área bruta locável). O terreno de 43 mil m² fica na avenida das Nações Unidas (Marginal Pinheiros), com frente também para rua Jornalista Roberto Marinho e avenida Dr. Chucri Zaidan, um dos principais distritos de negócios da capital.

Um estudo da SiiLA, uma empresa que monitora negócios imobiliários de alto padrão, indicava que no final do terceiro trimestre deste ano o preço médio pedido pelo m² na região da Chucri Zaidan estava em R$ 104. Entre o preço pedido e o negócio fechado, contudo, há uma certa distância: a Enel, um dos pesos-pesados do setor elétrico no país, saiu de Barueri para a região da Chucri Zaidan pagando R$ 70/m² de aluguel.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube