Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Remax estima segundo ano de recorde de negócios em 2022




Valor Econômico

Depois de registrar o Valor Geral de Vendas (VGV) recorde de R$ 6,3 bilhões, em 2021, a Remax Brasil estima R$ 9 bilhões para este ano, mesmo com a piora de indicadores macroeconômicos que afetam o setor, como taxas de juros e inflação. “O mercado pode aumentar ou diminuir, mas a gente tem de entregar o que projetou”, disse ao Valor o presidente da maior rede de franquias imobiliárias do país, Peixoto Accyoli.


No último trimestre do ano passado, a Remax sentiu o impacto da deterioração do cenário macroeconômico na tomada de decisão de aquisição de imóveis pelos clientes. A expansão de vendas do período desacelerou para 27%, ante o aumento de 75% no acumulado de 2021. Ainda assim, os R$ 6,3 bilhões vendidos em 2021 superaram em 26% a meta de R$ 5 bilhões traçada um ano atrás. Considerando-se apenas as mesmas lojas em operação em 2021 e 2020, o faturamento cresceu 85%. “Com o amadurecimento da rede, as lojas estão faturando mais”, afirma Accyoli.


Para buscar o crescimento projetado, a Remax vai manter, neste ano, suas atenções na formação e no treinamento dos profissionais de venda. “Se for depender de qualquer estabilidade, a gente está morto. A eleição presidencial está sem nomes que representem, de fato, o crescimento sustentável do país, e a economia segue com instabilidade alta”, diz o presidente da rede de franquias. A esses fatores, Accyoli acrescenta a pandemia de covid-19.


Diante desse cenário, o papel do profissional de vendas para o “sucesso do cliente” se faz ainda mais relevante, no entendimento do executivo. “O corretor precisa ser como um médico de família, atendendo aos clientes ao longo de toda a jornada de compra”, afirma. Quem vende imóveis, ressalta o presidente da Remax, precisa chamar a responsabilidade para si, ter acesso a boa estrutura técnica e conhecer o negócio. “Cada vez mais, oferecemos ferramentas de tecnologia e marketing ao corretor. Quanto mais educação, maior o faturamento.”

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif