Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Rio termina 2021 com 37% de escritórios vazios



O Globo

O Rio fechou 2021 com 37% de seus escritórios vazios, mostram dados inéditos da plataforma de inteligência imobiliária SiiLA. O percentual é, de longe, o maior entre as principais capitais do país e atesta o nível da degradação provocada pela pandemia em uma cidade que já sofria há anos com reveses econômicos.


A vacância média do Brasil ficou em 25,6%, ainda distante dos 15% considerados “saudáveis” por especialistas. No fim de 2019, pouco antes da pandemia, a taxa era de 16%.


São Paulo, maior mercado de escritórios do país, encerrou 2021 com vacância de 25,15%. Mas as regiões mais valorizadas não sofrem com esse problema: na Av. Faria Lima, novo coração financeiro da cidade, apenas 5% das lajes comerciais estão vazias.


A taxa também está em 25% em Curitiba. Em Belo Horizonte, um quinto dos escritórios está vago. Em Brasília, a situação é melhor: lá, a vacância é de apenas 16%.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube