Receba nossa newsletter

 Instagram feed

São Carlos bate recorde de aquisições e entra com apetite por mais em 2022

Estadão



A São Carlos Empreendimentos está fechando o ano com o recorde de investimentos em aquisições em toda a sua história: foram R$ 695 milhões desembolsados na compra de imóveis – número alcançado por pouquíssimas corporações em um ano de pandemia. No caso da São Carlos, 80% do volume de transações aconteceram no segundo semestre, quando a economia brasileira já perdia o fôlego.


A estratégia fez jus à velha máxima de comprar na baixa para lucrar na alta. Com incertezas sobre os rumos do País, há menos compradores dispostos a fechar negócio. Já do lado dos vendedores, o cenário econômico mais apertado faz muita gente ir atrás de liquidez – o que torna os preços mais atrativos para quem compra. A empresa acelerou as compras à medida em que a situação do Brasil se deteriorou, diz o CEO da São Carlos, Felipe Goes.


Dos R$ 695 milhões desembolsados, 65% foram para o segmento do varejo. Aí estão os 41 imóveis das Lojas Pernambucanas, arrematados por R$ 382,3 milhões. Outros 25% foram para prédios corporativos. Aqui houve três operações, sendo a última delas a compra do Edifício Paulista Office Park, por R$ 81 milhões, neste mês. Por fim, outros 10% foram para o recém-inaugurado setor de imóveis residenciais, numa parceria com a incorporadora JFL.


Goes afirma “estar tranquilo” de que a companhia será capaz de extrair um bom suco desses imóveis ao longo do tempo. E diz mais: há muito apetite por aquisições no próximo ano, dando continuidade à tese de comprar ativos a preços oportunísticos.


  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif