DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Saída de multinacionais é resultado de baixa competitividade e pandemia, dizem economistas

Fonte: Folha de S.Paulo



A saída de multinacionais do Brasil nos últimos meses é resultado do agravamento de problemas estruturais, como baixa competitividade e poucos incentivos à inovação, somados à mudanças nas cadeias de produção globais impulsionadas pela pandemia, afirmam economistas.


O exemplo mais recente é a LG, que colocou sua planta em Taubaté (SP) à venda após decidir encerrar sua divisão de smartphones globalmente.


O anúncio se soma ao da da Sony, que anunciou o fechamento de sua unidade em Manaus (AM), e da Ford, que decidiu encerrar todas as atividades fabris no Brasil ainda neste ano.


Entre os problemas conhecidos, estão a falta de competitividade da economia brasileira e de incentivos à inovação, fator-chave em outros países para o desenvolvimento de novas tecnologias, avalia Rafael Cagnin, economista do Iedi (Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial).


  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube