Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Setor imobiliário e de construção ajudou PIB em 2021 e deve puxar atividade este ano



Valor Econômico


O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou nessa sexta-feira (4) que o setor imobiliário e de construção civil ajudou o PIB em 2021 e deve impulsionar a atividade de novo este ano. Em entrevista ao Valor, ele comentou que era mais otimista que o mercado sobre a economia em 2020 e 2021, e suas previsões acabaram ficando mais perto da realidade.


“Eu acho que o PIB vai crescer 2% este ano. Quando as perspectivas para 2020 eram de queda de 8%, 10% do PIB, eu falava que ia cair 3%, 4%... e era ridicularizado, mas, no fim, caiu 4%. Para o ano passado, eu falava que ia crescer entre 4,5% e 5%, e ficou em 4,6%”, diz. Para este ano, a mediana da pesquisa Focus é de expansão de 0,3%, bem abaixo dos 2% estimados por Guimarães.


Para o presidente da Caixa, previsões do mercado são imprecisas porque muitas vezes se baseiam nas dinâmicas das grandes capitais. A Caixa, por sua vez, atua nos rincões do país e tem um crédito muito pulverizado, então consegue medir melhor o pulso da atividade. “Nossa originação no imobiliário bateu recorde em janeiro e fevereiro, e o agro também está com uma demanda muito forte. E nós temos 70% do mercado imobiliário. Não acho que isso esteja incorporado nas projeções do mercado”.


Mais cedo, o Valor divulgou que, segundo fontes, Guimarães deve deixar o comando da Caixa e assumir o Ministério do Desenvolvimento Regional. Questionado sobre o assunto, o executivo não quis comentar e disse que seu foco total é no banco. Ele está no momento no Quênia, após uma passagem por Bangladesh, em uma viagem para conhecer os modelos de microcrédito adotados nesses países. Nessa sexta, inclusive, é seu aniversário, de 51 anos.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif