Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Shopee pode ter alcançado R$ 16 bilhões em vendas ao fim de 2021 no Brasil



Valor Econômico

A operação da Shopee no Brasil, do grupo Sea Limited, de Cingapura, atingiu 5% do mercado brasileiro de comércio eletrônico cerca de dois anos após a sua entrada, nas estimativas da equipe de análise do Goldman Sachs, e terminou o ano já no patamar de um dígito alto. O Goldman já mencionou em outro relatório que projeta “share” de 20% da Shopee no Brasil até 2025.


Com base nessa taxa de 5%, a Shopee teria alcançado R$ 9 bilhões em vendas pela plataforma (chamado GMV). Se tiver alcançado um dígito alto, o valor passa para R$ 16 bilhões.


Essa conta, feita pelo Valor, considera vendas totais do comércio eletrônico de R$ 182,7 bilhões em 2021, como informado ontem pela NielsenIQ/Ebit (que inclui a venda on-line de produtos entre países). Consultorias já ouvidas pelo Valor estimam montante entre R$ 10 bilhões e R$ 12 bilhões.


“Acreditamos que a concorrência com novos participantes disruptivos continuará sendo um tema para 2022”, escreveu a equipe em relatório hoje.


Embora o Goldman reconheça que certas preocupações específicas da empresa poderiam levar a gestão do grupo Sea a mostrar maior disciplina na alocação de capital, o banco acredita que seu compromisso em tornar o Brasil um mercado “core” é “inabalável”, diz a equipe. O comando da companhia vem ressaltando o interesse em expandir o negócio local nas teleconferências e conversas com analistas e investidores globais.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube