DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Taxa de ocupação de escritórios corporativos no RJ permanece abaixo dos 70% da área disponível

Segmento acumula 31,8% de área corporativa vaga na cidade, segundo a plataforma SiiLA Brasil


O mercado de escritórios de alto padrão (Classes A+ e A) do Rio de Janeiro encerrou o terceiro trimestre de 2020 com taxa de área vaga em 31,8%, segundo a plataforma de pesquisa imobiliária SiiLA Brasil. O resultado é reflexo de vários fatores que pressionam negativamente o mercado de escritórios corporativos fluminense, entre eles as sucessivas crises pelas quais o Estado vem passando, e a pandemia do novo coronavírus.

Nos últimos três meses, foram diversas as empresas que devolveram espaços na cidade. Com um mercado de pouco mais de 3 milhões de metros quadrados, saídas como Stone Pagamentos, que deixou quase 5,5 mil m² do Bay View (Centro), têm um enorme impacto nos indicadores do segmento. Esta aliás, foi a maior devolução de área no período, que também registrou a saída do BNDES no Ventura (2 mil m²). Vale ressaltar que no início de 2020, a Stone locou área no Passeio Corporate, onde hoje concentra suas operações.

Por outro lado, a Petros passou a locar 2 mil m² no Ed. Porto Brasilis, também no Centro, e a Brasil Plural ocupou mais 1.200 m² no Centro Empresarial Rio – Argentina (na região da Orla).

Com a possibilidade de haver reduções nos próximos meses nas operações de estatais e de empresas de capital misto como a Petrobras, a tendência é de que a vacância desses espaços volte a subir.

O mercado não tem entregas de estoque programadas. Esta situação mostra a gravidade da crise que se arrasta nos últimos anos, pois a tendência de um mercado saudável é reduzir a vacância à medida em que novas áreas deixam de ser incorporadas.


SOBRE A SiiLA


Plataforma SiiLA Brasil é referência em inteligência imobiliária

Desde 2015 oferecendo a mais completa plataforma de inteligência imobiliária do mercado comercial de imóveis na América Latina, a SiiLA (Sistema de Informação Imobiliária Latino Americano) é reconhecida como referência de índices do mercado no Brasil, adotadas pelos grandes players do setor.


A confiança dos agentes do setor é fruto de uma ação revolucionária em sua forma de monitoramento do mercado imobiliário, muito mais transparente, preciso e padronizado, de acordo com as movimentações do mercado. São dezenas de filtros de busca possíveis de serem pesquisados e mesclados, que podem gerar relatórios completos de imóveis e de ocupantes e permitem download direto da plataforma.


Para garantir maior eficiência na análise de dados, a SiiLA Brasil trouxe ao mercado brasileiro um padrão diferenciado de classificação de propriedades corporativas e industriais (Classe A+, A, B e C).


A isso se soma uma proposta inovadora para o mapeamento dessas regiões e daquelas definidas especialmente para o mercado de varejo.


No segmento de shoppings, adicionalmente, a SiiLA também inovou ao introduzir o conceito de “índice GROCS”, termo que vem do nome em inglês Gross Rent Occupancy Costs, ou Custo de Ocupação Bruto, para oferecer aos players uma forma fácil e rápida de analisar a performance do custo de ocupação bruto dos centros de compras. A taxa do GROCS é calculada em porcentagem a partir do valor de locação desembolsado efetivamente pelo lojista, mais o condomínio e o fundo de promoção e propaganda (FPP), dividido pelas vendas.


100% completo e na nuvem

Assinantes da plataforma têm acesso ilimitado à base mais completa de dados do mercado. O usuário conta com mapeamento dos imóveis comerciais do país (corporativos, industriais e shopping centers), ficha técnica das propriedades, quadro de ocupantes (com área e unidade por inquilino), taxa de ocupação, valores de condomínio e IPTU, transações detalhadas com valores, análise de cap rate, dados sobre compradores e vendedores e sobre os Fundos de Investimento Imobiliário.

A plataforma 100% digital, desenvolvida na nuvem, é alimentada pelos melhores pesquisadores, que utilizam metodologias de estatística avançada e tecnologia de ponta e se valem de levantamentos de campo e pesquisa documental. Como a SiiLA não faz venda ou intermediação de imóveis, pode trazer informações precisas e imparciais, sem conflito de interesses.


Pesquisa trimestral

Toda esta inteligência acumulada permite divulgar trimestralmente estatísticas imobiliárias, informando os índices de vacância e de absorção, estoque entregue, estoque total, entre outros parâmetros relevantes. Toda esta base de dados pode ser operada pelos usuários junto ao Google Maps ou por meio de uma ferramenta de criação de gráficos, conforme classe, mercado, tipo de imóvel etc.


Os mapas interativos de escritórios oferecem 14 milhões de m² mapeados com imóveis nas cidades de São Paulo, Rio Janeiro, Brasília, Curitiba, Campinas, Belo Horizonte e Porto Alegre.

No segmento de condomínios logísticos, os mapas interativos trazem informações de propriedades espalhadas por 16 estados brasileiros, num total de 17 milhões de m² cadastrados.

Entre os shopping centers, a ampla base de dados traz informações de mais de 600 empreendimentos de todo o Brasil. Na plataforma, além do preço pedido e dados dos usuários, o cliente pode consultar negócios fechados com valores transacionados (total e por m²), área, carência, entre outros detalhes.


Novos mercados

Após o sucesso da SiiLA Brasil, a empresa já opera também no mercado do México e se prepara agora para inaugurar em breve um escritório na Colômbia.


Informações para imprensa:

Elenita Fogaça Comunicação

(11) 99114-6289