DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Teles preparam trabalho híbrido no pós-pandemia

Valor Econômico



Sem perspectiva no curto prazo de retorno do pessoal administrativo aos escritórios, as maiores operadoras de telecomunicações projetam para o período pós-crise sanitária a ampliação de modelos híbridos de trabalho. Atividades antes totalmente presenciais, como o atendimento ao cliente via call center, são agora desempenhadas remotamente, sedimentando novas formas de trabalhar.


Diretor de gente e gestão da Oi, Marcos Mendes afirma que o modelo de trabalho remoto será incorporado de forma definitiva à rotina da companhia. “Hoje temos cerca de 80% dos nossos colaboradores trabalhando integralmente nesse modelo de trabalho em função da pandemia”, diz. “A ideia é que tenhamos um modelo híbrido intercalando o trabalho presencial e remoto.

”Pesquisa feita em maio com os colaboradores da Oi indica que 91% dos respondentes querem manter o trabalho remoto após a pandemia. E 94% dizem estar satisfeitos com o “home office”. O cronograma atual da companhia prevê o retorno gradual aos escritórios apenas a partir de 2022.

Dos cerca de 11 mil empregados da Oi, aproximadamente 80% trabalham no modelo totalmente remoto, 15% estão trabalhando em um modelo híbrido e apenas 5% estão presencialmente de forma integral nos prédios da Oi ou em campo. Os percentuais se referem apenas aos empregados próprios da Oi. Considerando todas as empresas do grupo, a força de trabalho da operadora é de 46.725 colaboradores.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube