DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Tishman compra edifício da Serasa apostando na retomada dos escritórios

Valor Econômico



A Tishman Speyer fechou a compra do Edifício Quinimuras, na capital paulista, que pertencia à Serasa. A aquisição do prédio de alto padrão com área locável superior a 10 mil m2 ocorre em um momento em que, segundo o presidente da Tishman Brasil, Daniel Cherman, a demanda por escritórios volta a crescer. “De pouco mais de um mês para cá, as empresas retomaram as vistas aos escritórios. Há a percepção de que as coisas estão começando a melhorar”, disse o executivo ao Valor. A hora é de planejamento da retomada do trabalho nos escritórios, segundo ele.


O valor da aquisição não foi divulgado. Localizado no bairro de Indianópolis, o prédio já foi ocupado pelos escritórios e pelo datacenter da Serasa, mas está vazio. A Tishman fará “pequena reforma” no imóvel, e a intenção é alugá-lo para usuário único. Trata-se de edifício no estilo campus, ou seja, cercado de área verde. Na avaliação de Cherman, quando o modelo híbrido de trabalho for adotado, os escritórios terão de oferecer “ambiente acolhedor para que as pessoas queiram ir para lá.


”No fim do ano, a Tishman vai entregar o empreendimento de uso misto Alameda Jardins, ao lado do metrô Oscar Freire, localizado em região nobre da capital paulista. O projeto inclui “prédio boutique” de alto padrão com 5 mil m2 de área. As conversas com potenciais inquilinos começaram, mas nenhuma negociação foi fechada ainda. Há interesse, segundo Cherman, por parte de varejistas presentes na Oscar Freire e de empresas de tecnologia.


Em abril, a Tishman captou R$ 120 milhões por meio de fundo de imobiliário de renda corporativa para aquisição de edifício de 19,5 mil m2, entregue pela própria empresa. A torre integra o complexo Castelo Branco Office Park e foi construída para abrigar a sede da DuPont no Brasil. “Estamos avaliando outros ativos para crescer nesse fundo”, afirma o executivo.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube