DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

Via abrirá novo centro de distribuição em MG para itens pesados

Valor Econômico



Formada pelas operações de Casas Bahia e Ponto (ex-Ponto Frio), a Via deve lançar no quarto trimestre um pacote de logística para vendedores on-line. A companhia vai oferecer seus serviços de coleta, armazenagem e entrega de mercadorias, que constituem o “fulfillment”, como uma plataforma aberta. Lojistas que vendem em plataformas rivais, assim como os próprios “marketplaces” concorrentes, poderão usar os serviços da Via, que passará a explorar a atividade como um negócio autônomo.


Um novo centro de distribuição, em Extrema (MG), será aberto em outubro para atender os vendedores, dentro do modelo “built to suit”, construído para locação pela Via. O centro começa neste ano a armazenar itens mais pesados, como refrigeradores e fogões. Há um centro de Jundiaí (SP) já voltado para o “marketplace”.


“Queremos ser o ‘hub’ de logística das empresas. São 27 centros de distribuição no país, temos estrutura já montada para isso. Um dos nossos fortes é a logística de pesados, e vamos oferecer isso ao ‘seller’ e a outras companhias. [Essa distribuição] no país é cara e escassa e nós temos como atender”, diz Fernado Gasparini, diretor-executivo de logística.


O movimento abre dois caminhos principais. Lojistas podem vender em qualquer site ou “app” e fechar acordos diretamente com a Via para o “fulfillment”. Neste caso, o vendedor pode deixar os produtos estocados nas centrais, e pela gestão da entrega, a Via recebe percentual sobre a venda. Segundo dados do site da rede, essa taxa varia de 13,5% a 16%, mas a empresa tem aplicado isenções temporárias para atrair vendedores.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube