DADOS E ANÁLISES DO MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL

As últimas notícias de escritórios, imóveis industriais e shopping centers

Receba nossa newsletter

 Instagram feed

VTEX prevê América Latina liderando próximas fases do ecommerce

Folha de S.Paulo



A VTEX, que ajuda empresas a executarem estratégias de comércio digital ao montar lojas online e tem clientes em mais de 30 países, chegou a disparar mais de 30% em sua estreia na Bolsa de Nova York nesta quarta-feira (21), com o grupo brasileiro prevendo que a América Latina será líder nas próximas etapas do comércio eletrônico, como live commerce e vendas por meio de canais de mensagens, como o WhatsApp.


"As vendas por canais de mensagem e live commerce vão acelerar antes na América Latina", disse à Reuters o cofundador e co-presidente-executivo da companhia, Geraldo Thomaz, em entrevista por telefone.


Grandes marketplaces no Brasil, incluindo Magazine Luiza e Americanas, já vêm expandindo iniciativas de live commerce, no qual consumidores interagem ao vivo com vendedores, comprando durante as transmissões.


A VTEX —empresa brasileira mais recente a acessar as bolsas dos EUA, após nomes como XP, PagSeguro e Stone —foi precificada a US$ 19 por ação, acima da faixa estimada no IPO (oferta inicial de ações), de US$ 15 a US$ 17, levantando 361 milhões.


Segundo Thomaz, mesmo após um salto provocado pelos efeitos da pandemia da Covid-19, a América Latina ainda tem uma baixa penetração do comércio eletrônico e a VTEX deve ter na região o foco de seu crescimento nos próximos anos, embora já esteja abrindo mais escritórios na Europa e nos EUA.


Fundada no ano 2000, a VTEX tem clientes como Sony, Nestlé e McDonald's. Por meio de sua plataforma, clientes venderam quase US$ 8 bilhões no ano passado.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube